NovaMENTE

terça-feira, 12 de janeiro de 2010


Preciso ser sincera comigo mesma: não acho que tenho levado uma vida saudável.

Cheguei a conclusão de que não é saudável se privar das coisas que se gosta porque os pais ensinam pros filhos que "o dever vem sempre antes da diversão". Ensinamento maldito esse. A gente sempre está pensando em se formar, em se casar, em ter filhos, em educá-los, do mesmo jeito maldito que fomos educados (sem ofensas aos pais, a culpa não é deles), em trabalhar, em morrer, antes de levar a vida que sempre sonhamos.

A gente MORRE! A gente MORRE! antes que se possa dizer "eu tive sonhos o suficiente, e realizei o suficiente".

Cheguei à conclusão de que não não é saudável eu me esforçar, até o meu limite, para criar em mim um talento que eu nao tenho. Eu nao sei cantar, eu não sei. Eu me esforço, e as vezes até consigo acreditar que sim, eu sei. Mas é quando tem uma música que a gente nao consegue cantar, duas musicas, trezentas musicas, que vemos que o nosso talento é tão seletivo que acaba se tornando apenas uma habilidade.

Cheguei à conclusão de que não é saudável insistir em algo que não nos faz feliz, por acreditar que ela ainda vai valer a pena.
Como se pode saber se vai valer a pena? E se não chegarmos até o tempo de poder valer a pena?
É melhor buscar algo que valha sempre. Pelo menos é uma incerteza menos dolorosa.

Cheguei à conclusao de que a solidão é absolutamente insalubre. A gente pensa coisas que, definitivamente não precisavamos pensar, e ao fim de um longo processo, nos tornamos pessoas chatas, depressivas, e difíceis de lidar.

Sim, e claro, não tenho me alimentado saudavelmente, e nem feito muitos exercicios fisicos, mas isso é só um detalhe.

Clichêzinho barato esse, mas eu queria uma vida nova, claro, sem jogar a velha fora.

Comecei do zero, sem textos ambiguos, mal escritos, daqui pra frente. Terei uma nova mente, assim espero.

3 comentários:

Joyce Figueiró disse...

Mas você sabe cantar, sim! :P

Sempre é bom ter uma nova vida, novas ideias, novos planos! Eu também estou num processo de renovação.

Como diz minha mãe: "qual será meu próximo destino?"

Saudade de você, filhota!
Desejo que vc seja feliz em todas as suas NOVAS vidas que terá daqui pra frente!

Amo-te!

Ronyere disse...

poxa... seu blog era bom (juro) vc ñ deveria ter apagado, lógico q tem alguns pots q a gente ñ ta com a mão boa mas, era bom...

bom texto!!!

Pinheiro disse...

Bem interessante sua ideia, as vezes a sociedade nos impõe coisas, padrões q temos q seguir!
Devemos fazer o q gostamos, naum o q nos impões, entretanto naum podemos desiti facil , temos q sempre lutar pelo q qeremos msm q naum tenhamos talento suficiente para tal!!